Blogue

icono

#Ligar-se à GT

Se procura conteúdo de valorização exclusivo relacionado ao setor,

icono

Notícias do Setor

Nesta secção, mantê-lo-emos informado sobre o que acontece no setor automóvel.

icono

Falam sobre nós

Dê uma olhada nas aparições da GT Motive na imprensa internacional!

Como elaborar um orçamento exato e fiável numa oficina de reparação
Oficinas 02 Novembro 2017

Como elaborar um orçamento exato e fiável numa oficina de reparação

O orçamento de reparação, mais do que ser uma obrigação legal, traz evidentes vantagens à oficina, tais como: imagem mais profissional, transparência, confiança…

No artigo seguinte, iremos fornecer-te um conjunto de diretrizes para que, de uma forma rápida e simples, possas saber como elaborar um orçamento de reparação.

A legislação atual indica que todo o cliente tem direito e receber um orçamento escrito e detalhado por parte da oficina a fim de aceitar ou recusar a prestação do serviço (DL n.º 10/2015, de 16 de Janeiro “Regime jurídico de acesso e exercício de atividades de comércio, serviços e restauração”).

“Quando o preço não seja pré-determinado ou quando não seja possível indicá-lo com precisão, o prestador de serviços, nos termos do disposto na alínea a) do n.º 3 do artigo 20.º do Decreto-Lei n.º 92/2010, de 26 de julho, e em função da concreta prestação de serviços solicitada, deve fornecer, quando solicitado pelo cliente, um orçamento detalhado do qual constem os seguintes elementos…”.

Após a aceitação do orçamento por parte do cliente, o mesmo não pode sofrer altarações (salvo o surgimento de novas avarias, em que orçamento terá que ser novamente aprovado pelo cliente), daí a importância de determinar de maneira precisa e rigorosa os tempos e peças a reparar.

Conteúdo do orçamento de reparação:

1. Identificação da oficina: razão social, morada, telefone, e-mail bem como a identificação fiscal e número de registo que consta na Conservatória do Registo Comercial do prestador de serviços.

2. Nome e morada do cliente.

3. Identificação do veículo: marca, modelo, matrícula, ano de fabrico, equipamento e quilómetros.

4. Data e assinatura do prestador do serviço.

5. Data prevista de entrega do veículo reparado, a partir da aceitação do orçamento.

6. Validade do orçamento.

7. Espaço reservado para a data e assinatura da aceitação do orçamento.

8. Reparações a efetuar, elementos a reparar ou substituir e/ou outra atividade, indicando o preço total detalhando as taxas e os impostos incluídos bem como as condições de pagamento. Neste último item, devem evidenciar-se as peças a substituir com as suas referências e preços, descrever-se as operações a realizar com tempos e valor de mão-de-obra e detalhar-se os materiais e mão-de-obra de pintura.

Como calcular o tempo e o custo da reparação?

Os fatores que influenciam no custo do orçamento de reparação são:

  • Tipo de reparação a realizar: mecânica, chapa, pintura, revisão…
  • Marca, modelo e antiguidade do veículo: os procedimentos e peças variam dependendo do veículo. Um plano de manutenção de um carro antigo pode requerer mais operações e a obtenção das suas peças ser mais lenta.
  • Tempo total da reparação, tempo de mão-de-obra e custo de mão-de-obra: a oficina deve conhecer o tempo médio das distintas reparações e atribuir o tempo mais exato possível referente às operações a realizar. Para calcular o custo deste tempo, a oficina tem afixados os preços de mão-de-obra que devem estar expostos ao público. Para além do tempo inerente à reparação propriamente dita, e para se poder determinar o prazo de entrega ajustado, é necessário conhecer o volume de trabalho na oficina.
  • Custo de peças e materiais: o custo das peças a substituir influencia o custo do orçamento. Da mesma maneira, a disponibilidade das peças afeta o tempo de reparação. No caso das operações de pintura, adicionalmente ao custo da mesma, há necessidade de considerar os materiais a utilizar. Para as operações de pintura, para além do baremo do fabricante, existem baremos cujo uso está muito difundido, como os de Cesvimap ou Centro Zaragoza.
  • Existência de descontos e promoções: dispondo da maior informação possível, a oficina poderá proporcionar aos seus clientes um orçamento o mais ajustado à realidade com uma estimativa precisa do tempo evitando atrasos e incumprimentos.

Outros pontos a ter em conta no orçamento do veículo:

O orçamento de reparação pode ser gratuito ou pode ser cobrado ao cliente. No caso de que seja pago, o seu preço não poderá superar os custos efetivos da sua elaboração. No caso de o cliente aceitar o orçamento e se for feita a reparação, o custo do orçamento deverá ser descontado do valor total do serviço prestado.

Como realizar um orçamento detalhado e exato?

Com a ferramenta de orçamentação GT Estimate, a oficina poderá proporcionar aos seus clientes orçamentos de reparação detalhados e rigorosos de uma maneira rápida e simples. Graças ao GT Estimate, a oficina pode calcular o custo da reparação em apenas uns minutos, obtendo informação do fabricante de preços de peças, referências e tempos, bem como de materiais e tempos de pintura.

Avaliação
 

2 Comentários

  • christian defrise
    christian defrise / 15 Outubro, 2020

    Bom dia, artigo muito interessante, referencia ao DL 92/2010 sobre “orçamento” so que … “mais do que ser uma obrigação legal” deixa me com muito duvida ! Nao e claramente indicado que um oficina DEVE fornecer um orçamento. Muitas oficinas nao prestam e fazem o trabalho sem o acordo do cliente !!!
    Obrigado para uma reaçao

    • Eva Penabad
      Eva Penabad / 15 Outubro, 2020

      Boa tarde Caro Christian,

      O artigo indica, conforme as disposições legais, que as oficinas devem entregar um orçamento “quando solicitado pelo cliente”. Assim, o cliente deve solicitar expressamente o orçamento e só autorizar/adjudicar os serviços, após validação do mesmo.

      Se, conforme indica, existem oficinas que efetuam os serviços sem acordo por parte do cliente, podem os clientes acionar os dispositivos legais ao seu dispor. Mas devem ter o “cuidado” prévio de solicitar expressamente o orçamento.

      Esperemos que desta forma tenhamos conseguido responder á sua questão.

      Cumprimentos,

      A equipa GT Motive

Deixe o seu comentário

A GT Motive informa-o que os dados de carácter pessoal que proporcione ao escrever um comentário serão tratados pela GT Motive S.L. A finalidade da recolha e tratamento dos seus dados pessoais é gerir os comentários e controlar o spam. A legitimidade realiza-se através do seu consentimento. Os dados que nos facilite, estarão situados nos servidores do nosso fornecedor de hosting Hetzner (www.hetzner.com/rechtliches/system-policies) na Europa. Ver política de privacidade de www.gtmotive.com : http://gtmotive.com/pt/politica-de-privacidade/. Poderá aceder, rectificar, limitar e eliminar os seus dados através de email dpo(@)gtmotive.com, como também o direito a apresentar uma reclamação a uma autoridade de controlo. Pode consultar aqui a nossa Política de Privacidade.

Artigos relacionados